sábado, 11 de fevereiro de 2012

Sete anos de blogs evangélicos

.

A Blogosfera Evangélica de 2005 a 2012


Joao Cruzue

Por João Cruzué

Sábado - 11.02.2012.


No começo, nos primeiros cinco anos da última década, os blogs cristãos brasileiros eram coisas de nerds, intelectuais evangélicos, que tinham livre acesso à cultura americana. Com sua popularização a partir de 2009, a blogosfera intelectual começou sofrer o impacto de emergentes menos "nobres". E como água e gasolina não se misturaram, os "intelectuais", no isolamento, sumiram. Os blogueiros emergentes, mormente presbíteros da Igreja Assembleia de Deus, deram início a a segunda onda de associação de blogueiros, da qual a UBE - União de Blogueiros Evangélicos foi precursora. Daí por diante iniciou-se uma política voltada ao incentivo de produção e publicação de conteúdo cristão na Internet.

Sem falsa modéstia, fomos um dos pioneiros no fomento de criação de blogs cristãos para ir de encontro às porcarias da Internet que não tinham nenhum contraponto cristão. Não estive sozinho nisso, pois os fundadores da UBE e outros moderadores da comunidade estiveram juntos. Pagamos o preço do atrevimento sofrendo muitas críticas, a maioria delas contra a péssima qualidade dos textos dos iniciantes, acrescida pela esterilidade e consequente publicação de textos de outros autores não engajados

Até hoje ainda não sei escrever direito, e creio que não chegue a ficar bom nisso, mas sempre procuro dar qualidade às publicações, investindo em revisões de português, melhoria de layots, estudo de HTML, CSS, uso do corretor ortográfico do Office... enquanto compartilho meus progressos em dois tutorias: Como Blogar e Curso de Blogs. Outro dia um colega meu avisou-me: João eu quero permissão para publicar o texto tal, mas dá uma passada lá, porque tem uma frase que você escreveu "pobrema". Interessante. Escapuliu! E quando fui revisar o texto inteiro, tinha mais de 10 escorregões.

É bem verdade que a qualidade não acompanhou a quantidade dos blogueiros cristãos, mas ela existe e pode ser apreciada em muitos blogs que surgiram de 2009 em diante.

Continuamos insistindo no mesmo ponto: Cada líder cristão, principalmente quem trabalha com educação, deveria transpor a linha digital que marca o limite entre um usuário passivo e um publicador de conteúdo cristão. Cem
mil blogs até 2012. E para não ficar apenas em palavras, investi do próprio bolso também, porque acredito na efetividade e no poder de um blog: Prêmio Blogueiro Cristão.

Por natureza, um blogueiro evangélico típico é uma pessoa individualista e até narcisista, plenamente contextualizado com esta era pós-moderna. Minha visão começa a mudar aqui. Para que a Weblogosfera cristã comece de fato a ser efetiva precisa deixar um pouco o individualismo para trabalhar o lado social, desenvolvendo laços entre companheiros, compartilhando espaços em seus blogs para outros editores, convidados. Do individual para o comunitário. Esta é a visão.

A título de exemplo, há três semanas Ariana Huffington vendeu o Huffington Post que na verdade era um espaço agregador que divulga links de 9.000 blogueiros afiliados. Não estou aqui fazendo apologia dos ganhos financeiros (315 milhões de dólares) que obteve na transação com a AOL, mas da capacidade estratégica que teve, consciente (ou não) do princípio bíblico da unidade composta.

Ainda há espaço para um novos blogs evangélicos na Websfera? É uma boa pergunta.

Tenho uma excelente notícia para você: Se ainda não criou seu blog, seu espaço continua vazio por lá. Há milhões e daqui a menos de uma década,bilhões de leitores esperando textos que compartilhem experiências de vida, conselhos bíblicos, testemunhos de superação, boas notícias de evangelismo, missões, ações sociais, etc.

Crie seu blog e comece a escrever nele sua cosmovisão, sobre as coisas que você acredita. O que passa a sua volta. Não tenha medo de escrever. É preferível começar alguma coisa errando (e depois melhorando) do que deixar o medo embotar um dom que você talvez nem saiba que tem.

Mas não comece sozinho/a. Tente primeiro compartilhar seus planos com alguém amigo. Um planejamento a dois é bíblico. Vai reduzir o tempo de amadurecimento e aumentar as chances de qualidade do conteúdo de suas publicações.


A maioria dos presbíteros, professores e superintentendes de EBD de nossos dias vieram de tempos da, ou imediatamente pós ditadura, onde um grau maior de passividade foi ensinado e aceito por esta geração. Tenho observado isso em minhas tentativas de convencimento de destacados colegas, mestres em teologia e docentes da Escola Dominical. Usam com maestria a palavra escrita, têm consciência da proeminência dela, mas quando se fala em escrever, apresentam as mais variadas desculpas.

Uma pena porque daqui a cinco anos, em 2015, 100 milhões de Tablets e smartfones estarão substituindo os atuais celulares nas bolsas e valises de cada brasileiro. Um equipamento de fato portátil, onde se pode ler a Bíblia na igreja, anotar o sermão do pastor, fazer ligações telefônicas para o mundo, ler jornais, baixar arquivos da internet, fazer treinamento de EAD e gravar aulas na escola. Isto é irreversível!

Não podemos começar a pensar nisto daqui a cinco anos, mas agora. Se você estiver na blogsfera, potencialize sua criatividade, amplie seus olhos e seu coração em uma janela onde seus leitores possam ver aquilo que você está vendo e sentindo.

Comente sobre todos os assuntos com RESPONSABILIDADE, sem cair na crítica improdutiva e perigosa, pois há um crescente aumento de
processos por ofensa moral sendo julgados nos tribunais, contra difamações gratuitas. Comente sobre tudo, pois é preciso estar nas primeiras páginas dos buscadores virtuais para atingir todas as áreas em busca de todos os leitores.

E se precisar de alguma dica ou informação, cruzue@gmail.com, as suas ordens.

Escrito para o Blog Olhar Cristão e Associação de Blogueiros Cristãos.






.

Nenhum comentário: