domingo, 30 de outubro de 2011

Tradução da carta do Pastor Youcef Nadarkhani

Yusef Nadarkhani

Rasht, 02 de junho de 2010

Tradução: João Cruzué

Comentário preliminar:
"Esta é uma mensagem do irmão Youcef Nadarkhani, pastor de uma igreja evangélica, que permanece preso na prisão de Lakan, em Rasht no Iran. Nosso querido irmão é mantido em custódia desde outubro de 2009. Recentemente foi sentenciado senteciado à morte. Esta carta foi primeiramente traduzida do farsi para o inglês.
A seguir um prévio resumo da situação do pastor: Depois de sentenciado à morte na Corte de Raisht, sua sentença foi suspensa uma vez, com a seguinte condição: Que ele renunciasse à fé cristã e se reconvertesse ao Islã. Como isto não aconteceu, o tribunal de Raisht determinou seu enforcamento. Como a pressão mundial se fez muito forte, houve o encaminhamento do caso diretamente para o supremo Aiatolah do Irã - Ali Khamenei, sem passar pelo caminho natural que seria a Corte Regional."



CARTA DO PASTOR YUSEF NADARKHANI

Amados Irmãos e Irmãs, Paz.

Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, de quem estou em contínua busca de graça e misericórdia, rogo-vos para que não vos esqueçais de mim e daqueles que estão se esforçando por mim, em nome Dele, em vossas orações.

Vossa lealdade a Deus é tem sido a causa da minha força e encorajamento.

Pelo que eu bem sei, vossa vontade será recompensada; como está escrito: Bem-aventurado é aquele que tem fé, pois o que pedir a Deus, será feito. E como cremos, os céus e a terra passarão, mas a palavra de Deus permanece para sempre.

Amados, eu gostaria de aproveitar esta oportunidade para vos lembrar uns poucos versículos, embora saiba que vós bem os conheçeis, pois em todas as coisas, vós tendes feito mais esforços que no passado, para provar vossa eleição e por causa do Evangelho que deve também ser pregado ao mundo inteiro.

Sei que não é todos concedido guardar esta palavra, mas àqueles que são concedidos este poder e esta revelação, eu anuncio o mesmo que Judas: Batalhar pela fé que uma vez foi concedida aos santos.

Nós estamos passando por dias especiais e sofridos. E dias de alerta e despertamento podem ser para crescimento e progresso dos que crêm. Por causa Dele, mais que em qualquer outro tempo, há uma possibilidade de comparar nossa fé com a palavra de Deus, ter as promessas de Deus na mente para um exame de vossa fé.

Por isso aquele que tem uma fé verdadeira não vai se surpreender com a prova ardente que tem sido preparada para ele, como se fosse algo incomum, mas isso lhe agrada por participar do sofrimento de Cristo.

Porque o crente sabe que Ele se alegrará em sua glória

Queridos, o Juízo deve começar primeiro pela Casa de Deus: E se primeiro começa por nós, como prevaleceram aqueles que não obedecem o Evangelho de Deus? E se o justo apenas se salva, como ficarão os ímpios e os pecadores?

Por isso aqueles que estão suportando suas cargas pela vontade de Deus, entreguem suas almas ao Criador fiel. Promessas únicas e preciosas que ele nos tem dado. Como ouvimos, ele tem dito: Bem-aventurados aqueles que são perseguidos por causa da justiça: porque é deles o Reino dos Céus. Exultai e vos alegraisporque grande é o vosso galardão nos céus: Porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.

Como é possivel para o crente entender estas palavras?

Como ele disse: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo que os profetas têm falado: Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas para entrar na sua Glória?

Não temos lido e ouvido: Porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, mas poucos são os que andam por ele. Muitos tentam escapar de suas provas espirituais, mas eles acabam enfrentando depois as mesmas provas, porem de uma maneira mais difícil, porque ninguém sairá vitorioso escapando delas, mas com paciência e humildade serão capaz de prevalecer sobre todos os testes e depois ganhar a coroa da vitória.

Por isso, como cristãos, não devemos nos desesperar, mas orar a Deus em súplicas com maior paixão, para que nos ajude com o socorro que necessitamos.

Segundo o que Paulo disse: Em todas as tentações, o próprio Deus nos preparará uma porta de escape, para que possamos suportar.

Ó amados, as dificuldades não enfraquecem a humanidade, mas elas revelam a verdadeira natureza humana.

É bom para nós, de vez em quando, enfrentar perseguições e anormalidades, uma vez que estas situações vão nos persuadir a fazer uma busca em nossos corações para julgar nós mesmos. Então, como resultado, vamos concluir que problemas são dificuldades, mas comumente bons e úteis para nos edificar.

Caros irmãos e irmãs, nós devemos estar mais alertas hoje, que em qualquer outra época, porque nos dias atuais, os corações e pensamentos de muitos estão sendo revelados, é assim que a fé é testada.

Que o nosso tesouro esteja onde não haja traças nem ferrugem.

Eu gostaria de vos lembrar de mais alguns versos que sempre temos falado (Pai nosso que estás nos Céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita vossa vontade, assim na terra como no Céu), mas enquanto a vontade humana procurar ter prioridade sobre a vontade de Deus, Sua vontade não será feita.

Assim como temos aprendido Dele lá no Getsêmani, quando Ele rendeu sua vontade ao Pai: "Meu Pai, se for possível, passa de mim este cálice. Não como eu quero, mas como Tu queres."

O que estamos enfrentando hoje, é uma situação difícil mas tolerável, porque Ele não nos prova mais do que a nossa fé e paciência possam suportar. E como temos aprendido do passado, devemos ter cuidado para não cair, e avançar na graça e o conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, considerando esses impactos e prisões como oportunidades de testemunhar seu nome.

Ele mesmo disse: Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, o Filho do Homem também vai se envergonhar dele, quando vier em Sua glória.


Como um pequeno servo, necessariamente na prisão para executar o que devo fazer, digo com fé na palavra do Deus que Ele breve virá. "Contudo, quando o Filho do Homem voltar, achará fé na terra?”

Disciplinais vós mesmos com fé na palavra de Deus. Retendes vossas almas com paciência. Pois não há ninguém que faça qualquer coisa em oculto que depois não seja manifesta.

Que a Graça e as bênçãos do Senhor vos sejam concedidas cada vez mais em o nome do Senhor Jesus Cristo."

Yusef Nadarkhani

Prisão de Lakan, em Rasht

2/junho/2010


Fonte: Present Truth Ministries

.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Aiatolá Khamenei vai julgar o caso do Pastor Youcef Nadarkhani

.

Por Jordan Sekulow

Washington Post

Tradução de João Cruzué

A Corte de Gilan, que recentemente determinou que o Pastor Youcef Nadarkhani convertesse ao Islã ou enfrentasse a execução, atrasou a decisão por escrito. Devido à repercussão do caso, os juízes remeteram o assunto ao Lider supremo do Irã, o Ayatolá Ali Khamenei.

De Acordo com o advogado de Youcef, Mr. Mohamad Ali Dadkhah, a Corte decidiu perguntar primeiro pela opinião do Aiatolá Ali Khamenei, o líder supremo que é jurista islâmico e o árbitro final da Lei da Sharia.

No Irã, ele é visto com um gardião protetor do país.

A decisão de envolver o mais poderoso líder, demonstra que o Irã está sentido a pressão internacional. Envolver o Supremo Líder antes do caso passar pela instância da Corte Regional - é incomum no Irã.

Nós podemos estar certos de uma coisa: Se as mentiras (estupro, extorsão e sionismo) espalhadas pelo Irã contra o Pastor Youcef fossem verdade, a Corte de Gilan não procuraria pelo conselho do Aiatolá Supremo.

Agora que o Supremo Lider foi chamado no caso, é imperativo que os embaixadores TOPs de todas as nações reclamem do Irã por uma libertação incondicional do Pastor Youcef Nadarkhani.


Nota: Não deixe de ler a confirmação desta notícia na Christianity Today, dois dias depois.




.

sábado, 1 de outubro de 2011

Irã condena à morte mais um pastor evangélico

Atualização desta matéria aqui - fevereiro 2012.
.

João Cruzué

O pastor iraniano, Youcef Nadarkhani, foi condenado à morte em um segundo julgamento, em Teerã, nesta quinta feira. Este é segundo caso desde 1990, de condenação pela recusa de reconversão ao Islã do cristianismo. Sentenças deste tipo não são muito comuns na Corte Iraniana. Atos como este mostram que o Islã é uma religiao que continua presa aos costumes medievais.

Nadarkhani foi preso em 2009 acusado de crime de apostasia - alegaram que ele abandonou o Islã pelo Cristianismo, e o sentenciaram à morte pela Lei islãmica da Sharia. Por ser um pastor, os clérigos iranianos criam que ele estava pregando no Irã com propósito de converter os muçulmanos.

Até os 19 anos o Pastor Youcef era um agnóstico, quando se entregou a Jesus.

Em julho 2011, a Corte Suprema Iraniana decidiu por sua liberdade, sob uma condição: Se ele não negasse a fé, a decisão seria anulada. Não tendo surtido efeito a pretensão dos magistrados, o pastor foi levado a um segundo julgamento, ocorrido nesta quinta-feira, 29.setembro.2011, o veredito foi a morte.

O blog olhar cristão publicou matéria sobre a prisão do Pastor Nadarkhani no ano passado. Recentemente disseram até que ele já estava livre. Mas a liberdade que lhe deram, foi apenas um adiamento para sua morte.

Que nossas orações sejam para que DEUS olhe para o que está acontecendo no Irã e julgue com o mesmo rigor o que estão fazendo o Ahmadinejad e seus superiores hipócritas, manipuladores de eleições e sanguinários a pretexto de religiosidade.

Quando uma religião mata em nome de Aláh, é porque já perdeu sua comunhão com Ele. Ou quem sabe, de misericordioso ele não tenha nada.


Sources: Pesquisa na Internet em inglês.





.