terça-feira, 28 de setembro de 2010

A caça ao voto evangélico

.

Candidatos que saíram na passeata da maconha
e apoiam integralmente o aborto e a causa gay
estão atrás do seu voto.


João Cruzué

Foi aberta a temporada de caça ao voto evangélico.

Um tesouro de 35 milhões de votos diputado por todo tipo de candidato. Você vai aceitar sugestão para votar em estranho?

Tem uma fila de lobos, vestidos de ovelhas, rondando a sua igreja. Há candidatos que já cerraram fileiras com a causa gay, participaram da marcha da maconha, que agora na véspera das eleições estão dando 'aleluia' no ouvido de muitos pastores e crentes.

Se você deixar eles falam tudo o que um crente quer ouvir. Mas ficam só nas palavras, depois eles esquecem tudo - de propósito.

Os projetos de leis favoráveis ao aborto, liberação da maconha, casamento gay, proibição de corrigir os próprios filhos, e coisas parecidas - estão todos escondidinhos nas gavetas do Congresso em Brasília, para não assustar os crentes.

Esta é a recomendação: deixar tudo engavetado, até as eleições.

Mas depois que passar a eleição, e os votos estiverem contados, e os fulanos eleitos, vão dar uma tremenda "banana" para os crentes. E Vão tirar tudo da gaveta para empurrar seus projetos pela nossa goela abaixo.

Veja o que acontece na Capital de São Paulo. O Prefeito Kassab se prontificou a deixar a Parada Gay na Avenida Paulista e sugeriu que a Marcha para Jesus e o Evento do Padre Marcelo ficassem no Autódromo de Interlagos. Lá nos cafundós do Judas, para que ninguém veja. Há muitos políticos por aí, assim, atrás do voto dos crentes. Eles têm vergonha de nós. Eles nos consideram a face mais atrasada da sociedade.

É mentira. Nós os cristãos somos o sal da terra e a luz do mundo.

Muito cuidado com aquilo que você possui de mais valioso: o seu voto. Eles estão doidos por ele. É um cheque em branco para ser gasto durante quatro anos.

Valorize seu voto. Vote em quem pode ganhar, mas que tenha compromisso com Deus. Dê seu recado a eles nas urnas.

Vote bem, vote em cristão.






segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Debate da Record desbanca Rede Globo da supremacia política brasileira



DEBATE DE PRESIDENCIÁVEIS NA REDE RECORD

26.09.2010 - 22:00h

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL 2010

2010
Os candidatos: Dilma, Serra, Marina e Plínio.

João Cruzué

A Rede Record de Televisão relizou debate no último domingo de setembro - 26.09.2010 - entre os quatro maiores candidatos a presidente do Brasil. Esta data marca um momento importante na história da televisão brasileira: o começo da substituição da Rede Globo pela Rede do Bispo Edir Macedo no cenário político brasileiro. Assisti o debate; foi o melhor deles até agora; pelo menos não foi tão engessado. Na minha opinião, Plínio de Arruda Sampaio foi de novo a estrela do debate. Em segundo lugar vem Serra. E quem mais perdeu foi a candidata do governo - não "vi" Dilma no debate. Sem Lula por perto ela "sumiu". Marina foi bem. É bem provável que tenhamos segundo turno para a eleição presidencial em 03 de outubro 2010.

Em 24 de maio de 1992, o Bispo foi preso. No mesmo dia a Revista Veja surpreendeu o Brasil com as denúncias de Pedro Collor. O Bispo ficou 11 dias preso no Distrito de Vila Leopoldina. O Presidente Collor está a caminho do impeachment. É bem possível que a orientação política do Bispo mudou a partir dali.

O Plano Real salvou a economia da Rede Record. Mas foi durante o Governo Fernando Henrique que a Igreja Universal sofreu maior perseguição política. A Divulgação do "chute na santa" de 12.10.1995 e a perseguição sistemática pela Rede Globo até o final daquele ano, na verdade, em minha opinião serviria a um segundo propósito: tirar a atenção da imprensa do lançamento do "PROER" feito em 03 de novembro de 1995. Um dos primeiros bancos beneficiados - Banco Nacional - tinha com herdeira a esposa do filho do Presidente FHC. A Igreja foi bode expiatório e eu nunca mais votei em FHC.

O Bispo Macedo em algum momento depois disso colocou suas fichas no PT. O Vice-Presidente, Sr. José de Alencar Gomes é membro do PRB - Partido criado pela Igreja Universal. A virada política do Bispo deu certo. Hoje nenhum governo depende mais da boa vontade da Rede Globo.

Se a Rede Record vai repetir os erros dos Marinhos eu não sei, mas que o debate de hoje, 26 de setembro de 2010, vai marcar o momento da virada da Rede Record em cima da Rede Globo, com certeza vai.

O preconceito da Rede Globo com os evangélicos começa a pagar um preço muito caro. Os Marinhos acharam que os crentes eram gente desprezível, cansou de reverberar em suas novelas personagens evangélicos desequilibrados, levando o rótulo de radicalismo a todos os crentes. O Pastor Caio Fábio, que se aliou à Rede Globo em 1995, para ajudar a martelar o prego na cruz do Bispo, foi o primeiro a colher sua lavoura. Agora está chegando o tempo dos Marinhos.

Em matéria de planejamento e sorte, o Bispo Macedo está dando uma verdadeiro passeio na nos gestores do "plim plim". Em matéria de Igreja, de fé, de Evangelho, a Rede Record tem dado um banho de mundanismo. Como disso já falou o Pastor Silas Malafaia, a Rede que foi comprada com recursos religiosos, hoje está mais a serviço do mundo, da podridão disseminada em novelas que em nada são diferentes da concorrente.

O Bispo virou o jogo, é a pura verdade. Mas ele corre o risco de se tornar exatamente a figura que mais combateu. Não vou dizer o nome, pois já é falecido.



.

sábado, 18 de setembro de 2010

PnDH-3 traz políticas que ameçam a Igreja Evangélica

.
NÃO PASSARÁ!

Na busca de "igualdade" e "diversidade" social, alguns agentes estabelecidos
no governo atual estão literalmente buscando mudanças na Lei para jogar
a Igreja cristã e seus membros na marginalidade.
O conflito vai se estabelecer, porque os valores
cristãos são opostos ao que seriam
produzidos, se esse tal PnDH-3
passar. (João Cruzué).


Estas informações estão no site do Ministério da Justiça.
(link no final do texto)

Alguns recortes anticristãos do PnDH-3

"Objetivo Estratégico V:
páginas 98 e 99 - recorte

"Garantia do respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero.
Ações programáticas:
a) Desenvolver políticas afirmativas e de promoção de uma cultura de respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero, favorecendo a visibilidade e o reconhecimento social.
Responsável: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. [ perguntar não ofente: pedofilia também não é orientação sexual?]

b) Apoiar projeto de lei que disponha sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo.
Responsáveis: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República; Ministério
da Justiça Recomendação: Recomenda-se ao Poder Legislativo a aprovação de legislação que reconheça a união civil entre pessoas do mesmo sexo. [com uma lei dessas, a Igreja da Suécia hoje é obrigada a realizar cerimônias religiosas de união homosexual. Se não fizer, está tipificado crime de discriminação]

c) Promover ações voltadas à garantia do direito de adoção por casais homoafetivos.
Responsáveis: Ministério da Justiça; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da
República; Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República. [ A taxa de natalidade no mundo está caindo drasticamente; e a união homossexual não pode ser uma família, pois é 100% estéril].

Recomendações:

• Recomenda-se ao Poder Judiciário a realização de campanhas de sensibilização de juízes para
evitar preconceitos em processos de adoção por casais homoafetivos.
• Recomenda-se ao Poder Legislativo elaboração de projeto de lei que garanta o direito de adoção
por casais homoafetivos.

d) Reconhecer e incluir nos sistemas de informação do serviço público todas as configurações familiares constituídas por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), com base na desconstrução da heteronormatividade.

Responsável: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
Parceiro: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República."


Objetivo estratégico VI:
(página 100 - recorte)

"Respeito às diferentes crenças, liberdade de culto e garantia da laicidade do Estado.
Ações programáticas:

c) Desenvolver mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União. [entre eles a Bíblia]

Responsável: Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República
Recomendação: Recomenda-se o respeito à laicidade pelos Poderes Judiciário e Legislativo, e Ministério Público, bem como dos órgãos estatais, estaduais, municipais e distritais.

d) Estabelecer o ensino da diversidade e história das religiões, inclusive as derivadas de matriz africana, na rede pública de ensino, com ênfase no reconhecimento das diferenças culturais, promoção da tolerância e na afirmação da laicidade do Estado. [brecha para incluir cartilhas de homoafetividade patrocinadas pelo MEC - da mesma forma que está acontecendo no Chile] Responsáveis: Ministério da Educação; Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República."

Fim dos recortes.


Comentário de João Cruzué: eu descobri isso em apenas 10 minutos de pesquisa. E tem muito mais. Os autores desse PnDH-3 estão usando o grande momento de popularidade do Presidente Lula, e usarão o da sua provável sucessora, para empurrar goela abaixo da sociedade brasileira muitos desvarios, cujo objetivo consciente (ou inconsciente) é a desestruturação da família. Se a família brasileira se desestruturar, a nação também desestruturar-se-á. Por mais que tenha falhas, eu ainda creio na força da família para gerar e educar os cidadãos brasileiros. E este plano maligno. E se algum cristão votar nestas eleições em candidatos que não têm nenhum compromisso com os valores cristãos (principalmente em São Paulo) estará prestando um grande deserviço a Igreja e à própria família. O Blog Olhar Cristão, cerra fileiras com o Pr. Silas Malafaia. Com este texto o PnDH-3 não passará!


FONTE:
Ministerio da Justiça-PnDH-3



cruzue@gmail.com



.


Pastor Jose Satirio recebe o candidato Juan Manuel Santos na Igreja de Cucuta - Colômbia

.
.PASTOR JOSÉ SATÍRIO DOS SANTOS

ENTREVISTADO EM SETEMBRO 2010


Pr. José Satírio dos Santos
Missionário da Igreja Ass. Deus, há 35 anos na Colômbia
.

A paz do Senhor irmão João Cruzue,

O Pr. José Satírio dos Santos, missionário brasileiro há 35 anos em Cúcuta - Colômbia, esteve conosco, na Assembléia de Deus da Lapa - Ministério Belém, neste final de semana (10 e 11/09/2010) no Congresso de Missões, quando nos concedeu uma entrevista. Na oportunidade, ele comentou sobre a visita que recebeu do candidato Juan Manuel Santos, hoje atual presidente da Colômbia, no mês de maio passado quando foi ao Centro Cristiano Asamblea de Dios, em Cúcuta, na Colômbia. Na ocasião o Pastor Satírio teve oportunidade de se reunir com o Dr. Juan Manuel para defender os dez princípios que regem os fundamentos cristãos da Igreja.

Julgo como muito importante a participação que o Pastor Satírio tem com nossa Igreja no Brasil e conveniente apresentar esta entrevista para que nos inteiremos destes princípios.

Renan Augusto Veiga.


ENTREVISTA

Pastor José Satírio dos Santos sendo entrevistado pelo Pr. Renan Augusto Veiga


Por Renan Augusto Veiga

A paz do Senhor queridos e amados irmãos. Nós estamos muito felizes por chegar até os irmãos através do site da nossa Igreja www.adlapa.com em mais um programa especial. Nós realizamos [no último fim de semana] o Congresso de Missões do Setor da Lapa, e tivemos o privilégio da presença do Pastor José Satírio dos Santos do Centro Cristiano Asamblea de Dios - Cucuta/Colômbia. Ele pregou no evento e também nos concedeu alguns minutos para uma entrevista

PERGUNTA
RENAN - Quando falamos de missões sempre vem o nome do Pastor Satírio como referência entre Nós. Pastor, gostaria que o senhor nos contasse como está o trabalho missionário que o Senhor tem desenvolvido na Colômbia na cidade de Cucuta.

RESPOSTA.
PASTOR SATÍRIO - Nós já estamos servindo ao Senhor, [na Colômbia] por 35 anos completos. No trabalho missionário há uma primeira fase, a implantação da Igreja, quando nós passamos por provas, pelos desafios, pelas diferentes circunstâncias que foram partes deste período., e graças a Deus superamos bem: a Igreja nasceu e cresceu. Hoje ela se estende dentro da Colômbia; na América Latina, entre as nações vizinhas: a Venezuela, Equador, Panamá, subindo para a América; e de 1996 para cá nossa base se estendeu até o Himalaia [Butão], tomando o Himalaia para Cristo. E neste plano a mão do Senhor está estendida, salvando almas da mesma maneira como foi em Cucuta. Cada vez que chegamos a um lugar novo, repete-se o quadro, com algumas diferenças, porém com os mesmos resultados: salvação, nascimento da Igreja, crescimento local e logo a extensão da Igreja na área em que ela está sendo implantada.

Estamos felizes porque primeiro foi possível vencer no tempo umas das provas imensas do missionário, que é de permancer com a visão e com o projeto. Eu pensei que talvez tomaria cinco anos, logo quando se cumpriu cinco anos, eu pensei que seria outros cinco. E se cumpriram dez; então eu pensei que seria outros dez. O certo que já se passaram três décadas e meia.

PERGUNTA
RENAN - Pastor nós temos um tema muito atual que tem tomado nosso país, o Senhor já passou no incício deste ano eleições na Colômbia, e nós estamos vivendo este período agora no Brasil. Nós sabemos que em maio de 2010 o atual presidente da Colômbia, Juan Manuel antes de se eleger esteve com o Senhor lá na Igreja em Cucuta na Colômbia e nós sabemos que o Senhor passou para ele sobre os 10 princípios que defendem os fundamentos da fé cristã

PASTOR SATÍRIO: Foi para nós uma satisfação receber a pessoa do candidato Juan Manuel Santos, o candidato que tinha pretensão de manter as propostas que aplicadas pelo Presidente Álvaro Uribe. Ele veio até a Igreja e eu encontrei uma oportunidade de apresentar ao candidato, aquela precocupação nossa, como pastor, frente aos grandes temas que envolvem a sociedade, e que a Igreja acompanha. Porém nós falamos no púlpito, em salas privadas e poucas vezes temos oportunidades para apresentar este tema aos legisladores, executivo e judiciário.

Nesta ocasião eu disse ao senhor candidato Juan Manual Santos que nós nos preocupamos com os fundamentos; e tomei o salmo 11:3, quando o Salmista faz uma pergunta: Se os fundamentos forem destruidos, o que pode fazer o Justo? Apresentei a ele os dois componentes dos fundamentos: o componente espiritual e o componente social

No componente Espirital, nós lhe falamos da necessidade da nação, de cada família de ter os princípios divinos, como por exemplo Jesus ordenou, exortou que se buscasse primeiramente o reino de Deus e a sua Justiça. E logo também tomei a palavra de Deus em Deuterômio, que diz: "Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e com toda as tuas forças e ao próximo como a ti mesmo".

Se uma nação tem uma sociedade que põe em prática o componente espiritual está se mantendo no fundamento que é a relação com Deus. É importante acrescentar que sem fé é impossível agradar a Deus.

E logo olhamos detidamente para o componente social, e quando falamos no social, apresentei a ele os 10 príncipios que fazem o componente social:

1 - Ética, da parte ética da vida de cada cidadão. Não ver a ética como algo que pertença a outrem, senão que cada pessoa tome para si este princípio como base para sua vida.

2 - Ordem e limpeza - ordem na vida, ordem na família. E junto com a ordem a limpeza, como parte integral do ser, da sua mente, seus olhos, seus ovidos, seu corpo, seu ambiente e seu entorno.

3 - Integrigade, o príncipio que faz com que o indivíduo seja uma só peça, completo. A integridade permite que uma sociedade seja acreditada e aceita.

4 - Pontualidade - ser pontual em tudo que se pretende fazer; não só no campo de cumprir com encontros, senão com as nossas obrigações em qualquer área da vida.

5 - Responsabilidade, que é intransferível, uma pessoa não pode transferir sua responsabilidade para outra. Se ele acerta, é a responsável, se ele se equivoca, erra, é a responsável. Isto é um ensino que tem que ser dado em casa, na família, tem que ser construído com compromisso paterno, das autoridades da nação.

6 - Falei do desejo de superação, que as pessoas nascem para crescer, que Deus ativa o crescimento no ser, mas o ser administra este processo de crescimento

7 - O respeito às leis que são justas, leis que respondem de maneira ativa aos princípios. É bom resaltar que como família da fé, nós não somos obrigados a seguir nenhuma lei que fere os princípios morais, se as leis legalizam o que não é aprovado pela palavra de Deus, pelos princípios divinos a Igreja não está obrigada a obedecer. É bom lembrar também aquelas palavras dos apóstolos quando foram ameaçados: Importa obedecer mais a Deus que aos homens. As leis que menciono aqui devem ser leis que tenham componentes de justiça.

8 - Falamos também do respeito pelo próximo e os direitos desse próximo, direitos que estejam também dentro deste marco, justo e deprincípios.

9 - Amor ao trabalho, o trabalho não é um castigo, não é uma penalização pela falta, pecado, erro de alguém, o trabalho é uma oportunidade, onde o talento, as habilidades do ser
aparecem e ele pode desenvolver no campo onde se ocupa e logicamente não só pode se realizar, senão também recompensado.

10 -E por último falamos dos princípios da cultura financeira em esfera superior que envolve os governantes em qualquer nação do mundo e também envolve a nós como pastores como igreja, como pastores ter a obrigação de assentar e parar e refletir
e entender o que é um banco, poupança, empréstimo, investimento, de maneira que o cidadão saiba se conduzir corretamente e encontra as facilidades e não seja explorado por juros tão altos. Quem regula isto é o governo quetem obrigação, eu disse ao Dr. João Manuel que era necessário
prestar atenção a esta situação.

Apresentamos também as ameças a estes componentes, vimos uma ameça perigosa que é o materialismo, o materialismo envolve o indivídio que busque reconhecimento a qualquer custo, o propósito do materialista é ganhar dinheiro, é ter bens em suas mãos sem importar a maneira e a forma e a quem possa fazer mal.


VEJA O VÍDEO E TODA ENTREVISTA AQUI: Mensagem Eficaz


Nota: texto sujeito a revisão ortográfica. Não houve tempo para isto: João.