sábado, 23 de outubro de 2010

Não coma o bolo quente


Bolo

Por André Sanchez

Esboçando ideias
Agitação é uma palavra que define bem a vida da maioria das pessoas. Muita correria, muita ansiedade, muita pressa, muitas atividades e muito pouco tempo para tantas coisas. O resultado disso são pessoas agitadas, apressadas, ansiosas e que não tem paciência para esperar o tempo certo para as coisas acontecerem.

Quando eu era criança me lembro das "duras" que levava da minha mãe, porque não tinha paciência de esperar o bolo ficar pronto, e muito menos esfriar. Minha mãe sempre orientava, dizia: “Você vai se queimar, você vai ter dor de barriga se comer esse bolo quente.” Mas a pressa e a ansiedade eram tão grandes que não esperava o momento certo para deliciar-me com ele. Resultado? Tudo aquilo que minha mãe dizia que iria acontecer acontecia mesmo. Ficava cego para as conseqüências, saciava a minha vontade e a minha pressa, porém, sofria com as dores de quem não soube esperar.

Na nossa vida acontece também assim. Não temos paciência de esperar. Queremos tudo para ontem, queremos apressar processos, agilizar as coisas, mas nos esquecemos que algumas coisas tem o seu próprio tempo para acontecer.

Quando Lázaro estava muito doente, Marta e Maria mandaram apressadamente avisar a Jesus a gravidade da situação. O desejo delas era que Jesus fosse rápido e resolvesse tudo aquilo. "Mandaram, pois, as irmãs de Lázaro dizer a Jesus: Senhor, está enfermo aquele a quem amas." (Jo 11. 3)

Surpreendentemente, Jesus quando "soube que Lázaro estava doente, ainda se demorou dois dias no lugar onde estava." (Jo 11. 6). Por que a demora, Jesus? Por que não vem rápido? Por que não faz logo o milagre? Onde está você Senhor? Por que não nos alivia esse momento de uma vez por todas? Por que não se apressa? Todas estas perguntas certamente passaram pela mente delas.

Quando Jesus resolveu ir até Lázaro "chegando, encontrou Lázaro já sepultado, havia quatro dias." (Jo 11. 17). A primeira reação de Marta, irmã de Lázaro, ao encontrar Jesus, foi a de dizer a Ele que Ele deveria ter vindo mais rápido. "Senhor, se estiveras aqui, não teria morrido meu irmão." (Jo 11. 21).

A nossa pressa, agitação e ansiedade nos cega e não conseguimos enxergar que Deus está no controle de todas as coisas. Às vezes queremos comer o bolo quente, pois temos pressa, queremos resolver as coisas do nosso jeito, porém, Deus tem planos e eles acontecem sempre no tempo certo.

No meio de muita ansiedade e estresse das pessoas ao Seu redor, Jesus mostrou que o tempo de Deus era o tempo certo para acontecer o melhor, e que esse tempo deveria ser respeitado. Ou seja, Lázaro deveria mesmo ter morrido para voltar a viver. A pressa das pessoas não mudaria em nada esse processo.

"E, tendo dito isto [Jesus], clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora! Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir." (Jo 11. 43-44)

Deus fez o milagre!

Para que a pressa se Deus está trabalhando em nosso favor em todas as situações? Por que ficar ansiosos, desesperados, tristes, cabisbaixos, descrentes? Cultivemos a paz, a tranqüilidade, a confiança, a fé, mesmo quando a situação parece insolúvel, pois Deus transforma impossível em possível. O bolo precisa assar, precisa esfriar, para só depois nos deliciarmos com ele.

Não coma o bolo quente!






.

Um comentário:

JESUS É A RESPOSTA disse...

UHMM GOSTEI MESMO!!!
ABRAÇOS.
NOTICIA GOSPEL