segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Debate da Record desbanca Rede Globo da supremacia política brasileira



DEBATE DE PRESIDENCIÁVEIS NA REDE RECORD

26.09.2010 - 22:00h

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL 2010

2010
Os candidatos: Dilma, Serra, Marina e Plínio.

João Cruzué

A Rede Record de Televisão relizou debate no último domingo de setembro - 26.09.2010 - entre os quatro maiores candidatos a presidente do Brasil. Esta data marca um momento importante na história da televisão brasileira: o começo da substituição da Rede Globo pela Rede do Bispo Edir Macedo no cenário político brasileiro. Assisti o debate; foi o melhor deles até agora; pelo menos não foi tão engessado. Na minha opinião, Plínio de Arruda Sampaio foi de novo a estrela do debate. Em segundo lugar vem Serra. E quem mais perdeu foi a candidata do governo - não "vi" Dilma no debate. Sem Lula por perto ela "sumiu". Marina foi bem. É bem provável que tenhamos segundo turno para a eleição presidencial em 03 de outubro 2010.

Em 24 de maio de 1992, o Bispo foi preso. No mesmo dia a Revista Veja surpreendeu o Brasil com as denúncias de Pedro Collor. O Bispo ficou 11 dias preso no Distrito de Vila Leopoldina. O Presidente Collor está a caminho do impeachment. É bem possível que a orientação política do Bispo mudou a partir dali.

O Plano Real salvou a economia da Rede Record. Mas foi durante o Governo Fernando Henrique que a Igreja Universal sofreu maior perseguição política. A Divulgação do "chute na santa" de 12.10.1995 e a perseguição sistemática pela Rede Globo até o final daquele ano, na verdade, em minha opinião serviria a um segundo propósito: tirar a atenção da imprensa do lançamento do "PROER" feito em 03 de novembro de 1995. Um dos primeiros bancos beneficiados - Banco Nacional - tinha com herdeira a esposa do filho do Presidente FHC. A Igreja foi bode expiatório e eu nunca mais votei em FHC.

O Bispo Macedo em algum momento depois disso colocou suas fichas no PT. O Vice-Presidente, Sr. José de Alencar Gomes é membro do PRB - Partido criado pela Igreja Universal. A virada política do Bispo deu certo. Hoje nenhum governo depende mais da boa vontade da Rede Globo.

Se a Rede Record vai repetir os erros dos Marinhos eu não sei, mas que o debate de hoje, 26 de setembro de 2010, vai marcar o momento da virada da Rede Record em cima da Rede Globo, com certeza vai.

O preconceito da Rede Globo com os evangélicos começa a pagar um preço muito caro. Os Marinhos acharam que os crentes eram gente desprezível, cansou de reverberar em suas novelas personagens evangélicos desequilibrados, levando o rótulo de radicalismo a todos os crentes. O Pastor Caio Fábio, que se aliou à Rede Globo em 1995, para ajudar a martelar o prego na cruz do Bispo, foi o primeiro a colher sua lavoura. Agora está chegando o tempo dos Marinhos.

Em matéria de planejamento e sorte, o Bispo Macedo está dando uma verdadeiro passeio na nos gestores do "plim plim". Em matéria de Igreja, de fé, de Evangelho, a Rede Record tem dado um banho de mundanismo. Como disso já falou o Pastor Silas Malafaia, a Rede que foi comprada com recursos religiosos, hoje está mais a serviço do mundo, da podridão disseminada em novelas que em nada são diferentes da concorrente.

O Bispo virou o jogo, é a pura verdade. Mas ele corre o risco de se tornar exatamente a figura que mais combateu. Não vou dizer o nome, pois já é falecido.



.

Nenhum comentário: