quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Índia - Fotos de pastores mortos e igrejas queimadas em Orissa


Perseguição religiosa em Orissa, província do Leste da Índia


Importante

A bem da verdade, e cumprindo meu dever de informar bem, antes de ver as 17 fotos, abaixo, de fatos reais que aconteceram entre o Natal de 2007 e setembro de 2008, você precisa saber que a Índia é uma país da Ásia com 28 estados e sete territórios. Que em apenas em UM Estado, chamado Orissa, vem acontecendo incêndios de igrejas cristãs, mortes de alguns pastores, destruição de casas e perseguição de cristãos. Informo ainda que dentro do Estado de Orissa, em apenas dois ou três distritos (municípios) houve estes problemas. Eu preciso esclarecer isto, para que você não fique desinformado nem conclua de modo errado que a Índia inteira esteja pegando fogo ou que os fundamentalistas hindus estejam fazendo churrasco de pastores e de crentes todo dia por lá. João Cruzué


Foto: AICC

Orissa 12
Corpo do Pastor Dibya Sundars

João Cruzué
Com Sharmilla de Mumbay


Uma grave perseguição
religiosa contra cristãos está acontecendo em Orissa, estado da Região Leste da Índia. Bandos de Hindus exaltados da VPH, uma associação fundamentalista para o hinduísmo mundial incedeiam e destroem Igrejas, matam pastores e expulsam cristãos de suas casas. As fotos abaixo mostram muita destruição e dor. Famílias inteiras estão se escondendo e dormindo no meio do mato depois que foram atacadas e expulsas de seus lares. As perseguições vêm se intensificando desde o Natal de 2007. E de agosto 2008 para cá, infelizmente recrudesceram. Policiais militares e até o exército indiano foram destacados para acalmar os ânimos. Pastores estão sendo falsamente acusados de estupro, justamente para enlouquecer grupos radicais contra os cristãos indianos.

A maioria desses cristãos são (ex)Dalits - também conhecidos por "intocáveis".-ou a casta mais baixa na hierarquia da religião hinduísta. Segundo as estatísticas, há 180 milhões de Dalits na Índia.Eles sofrem
o preconceito religioso porque são pobres e ainda por cima cristãos. Este preconceito resumidamente vem do sistema de castas hinduísta. Se uma pessoa pertence à casta dos Dalits (a mais baixa do hinduísmo) ele deve trabalhar a vida inteira em ocupações como lixeiro. Como em várias lugares da Índia não têm redes de esgotos ou fossas, as mulheres Dalits são obrigadas pela religião a retirar as fezes e todo o lixo das mansões dos membros da casta dominante. Se um Dalit (intocável) estiver passando fome, no meio da rua, segundo o costume do fundamentalismo radical hinduísta quem der de comer a ele estará pecando. Ele tem que sofrer e passar necessidades a vida inteira para "melhorar" seu "karma". Além de explorados, os Dalits são doutrinados a aceitar a exploração como sendo aldo da vontade do deus hinduísta.Traduzindo: o sistema de castas hinduísta é a organização mais miserável que o diabo já planejou com o nome de religião.

O sistema hinduísta de castas foi abolido da Constituição Indiana. Desde Mahatma Gandhi, os políticos vêm combatendo esta ignomínia através de leis que declararam ilegal o sistema de castas. Todavia, nas regiões mais remotas e no interior da Índia as leis nem sempre chegam ou funcionam. Prevalece a força do hinduísmo. Típico caso onde o Estado é laico, mas o povo não o é. Muitos Dalits ao ouvir o Evangelho aceitam Jesus para fugir tanto da miséria quanto do preconceito. Mas, se por um lado eles se tornam livres ao aceitar Jesus, já no convívio social eles continuam sendo tratados como Dalits. E o fundamentalismo Hinduísta não perde a oportunidade em torná-los bodes expiatórios, como é o caso desta perseguição que começou desde o Natal de 2007.
Até aqui a reportagem é de João Cruzué.

Screenshot de João Cruzuéclique para ampliar

Tradução de João Cruzué

"Entre 24 de dezembro de 2007 e 02 de janeiro de 2008 os ataques no "município" de kandhamal mataram ao menos quatro cristãos, e destruíram 100 templos religiosos e 730 casas de cristãos. A maioria das vítimas eram Dalits , anteriormente conhecidos como "intocáveis"

Os recentes ataques começaram depois que Lakshmanananda Saraswati, um líder da
Associação Fundamentalista hindu VHP - Vishwa Hindu Parishad, foi morto em 23 de agosto de 2008, por assaltantes desconhecidos . A VHP acusou publicamente os cristãos locais e grupos de militantes hindus atacaram pelo menos em 12 dos trinta "municípios" do "Estado" de Orissa. Os líderes das comunidades cristãs informaram que desde 03 de setembro, pelo menos 4.014 casas foram destruídas em 300 aldeias, e aproximadamente 50 mil pessoas, expulsas. Dois pastores e outros 24 líderes cristãos foram mortos. Mais de 100 templos foram incendiados. Uma freira foi estuprada e outra religiosa católica foi queimada viva em Bargarh, "município" de Orissa.

Na Quinta-feira, 4 de setembro de 2008, o Supremo Tribunal de Índia instruiu o governador de Orissa para controlar a violência. As autoridades de Orissa prometeram impedir uma manifestação da VHP (Vishwa Hindu Parishad ou Conselho Hindu Mundial) marcada para o dia 7 de setembro de 2008. Contudo, os líderes de VHP disseram a uma jornalista indiana que eles ainda planejavam manter o "Shraad Yatra” um rito de funeral tradicional executado por sadhus hinduístas
no 16º dia da morte do swami. Anteriormente, líderes de todas as principais denominações cristas conclamaram um dia da oração e jejum através da Índia no domingo, 7 de setembro de 2008."

FOTOS DO RESULTADO DA PERSEGUIÇÃO

Foto: AICC

Orissa 11
Bíblias queimadas

Foto: AICC

Orissa 9
Irmã Namrata - adolescente com queimaduras de segundo grau

Foto: AICC

Orissa 8
Templo destruído

Foto: AICC

Orissa 10
Irmão Sudhir junto com dois Evangelistas

Foto: AICC

Orissa  4
Igreja queimada

foto: AICC

Orissa  1
Templo queimado

foto: AICC

Orissa 11
Irmã Lydia e filho , viúva e órfão do Pastor Akbar Digal

foto: AICC

Orissa 13
famílias amendrontadas se escondendo e dormindo no mato

foto: AICC
Orissa  5
carro em mercadorias de cristãos queimados

foto: AICC

Orissa  3
casa destruída pelo fogo

foto: AICC
Orissa  2
veículo incendiado

APRESENTAÇÃO DE SLIDES:
Imagens da perseguição sofrida pelos cristãos em Kandhamal - Orissa- Índia
ao abrir, clique em uma foto; depois selecione Apresentação de Slides.

Continuemos orando pela Índia.



.

8 comentários:

Laise Cristina disse...

Irmão estou profundamente triste por tudo isso que está acontecendo ,Realmente o Senhor Jesus está voltando, tudo que temos visto e ouvido nesse tempo em que vivemos é a palavra de Deus se cumprindo, o Senhor está vindo buscar sua igreja e a palavra diz que Bendito são àqueles que sofrem por amor do nome dele, por mais que seje triste ver esse sofrimento sabemos que gerará no coração dos nossos irmãos perseverança, fé e acima de tudo amor pelas vidas que estão perdidas na Índia. O inimigo se levanta pra cair e toda a estratégia dele é falida,é derrotada porque Deus é por nós então quem será contra nós.
Estou levantando pessoas para orarem pelos pastores e suas familias e todos os cristãos da Índia para que Deus venha cuidar de todos dando força para eles sabendo que o Senhor é a nossa Força! Vou jejuar nesse proposito também!
Sua irmã em Cristo Jesus

Laise Cristina F. A. Dantas

Yara disse...

Realmente é estarrecedor...quero compartilhar com meus irmãos em cristo que ainda estão lutando pela sobrevivência, que nós (de uma Comunidade)aqui no Brasil estamos intercedendo por tudo isso que está acontecendo. Creio que o Senhor Jesus está comtemplando esta destruição, Ele não está com braços cruzados...tenho certeza da vitória na união entre todos os cristãos em jejuns e orações em comum.
"Ainda que tenhamos que morrer por amor ao Evangelho, teremos a vida eterna com Cristo..."

No amor de Jesus,

irmão Yara Amorim

Kátia disse...

Sabemos que é muito difícil ter fé neste momento de dificuldade e de perseguição. Mas a única coisa que nos resta é a fé.
Não podemos fazer nada com as nossas mãos humanas, mas Deus pode tudo e está vigiando o seu povo. Nenhum ficará desamparado, enquanto esperamos a volta de Jesus devemos orar e ter fé. Do contrário iremos sofrer com tanta guerra e tristeza.
Vamos cantar aquele hino: Fé é a vitória,
Sim, fé sempre tem poder.
Fé é a vitória:
Ao mundo irá vencer.

hellen disse...

irmao me comovie muito e estou triste mas feliz pq apesar de dores mas sabemos que eles estao com cristo e logo logo estaremos no ceu o inimigo pode se levantar mas cada vez a queda e maior e DEUS e JUSTO estarei orando por todos vcS!!!!

João Cruzué disse...

.


Agradeço os comentários da Laise, da Yara, da Katia e da Hellen.

Obrigado pela participação.

Graças a Deus, depois da primeira semana de outubro isto parou.

Voltem sempre!

Kátia disse...

Estamos prontos para seguir a Jesus. Vamos todos orar e acreditar que tudo vai dar certo. Chegou a hora de provarmos a nossa fé. Deus enxugará as nossas lágrimas, tristezas nunca mais iremos sentir...Amém.

ELANE disse...

e extremo um caso desse tipo ao mesmo tempo chocante,a missao e extremamente dificil nesses lugares,eu creio que DEUS ele viu tudo e deu muito mais experiencias agora para esses irmaos que sofrerao essa tamanha perseguiçao,eu amo missao de coraçao e minha esposa tambem cremos que deus tem algoem nossas vidas .nao desanimem em nada pois aquele que começou essa obra linda em vossos coraçoes um dia teremos recompensas no ceu que e o maior trofeu que ja posso ver nessa terra ,conte conosco, a paz do senhor.estamos desde ja orando pele imensa pequena india onde so DEUS faz o milagres e cremos nisso constantemente....amem.

. disse...

Boa tarde, sou diagramadora da revista ULTIMATO (www.ultimato.com.br) gostaria de saber se essas imagens da igreja perseguida na Índia poderiam ser sedidas para impressao na nossa próxima edição?
obrigada,
liz