quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Consuelo González de Perdomo

liberdade depois de seis anos de seqüestro

Photobucket
foto: flickr

Fabiano Maisonnave - excerto de entrevista

FOLHA: Quais são as estratégias que os seqüestrados utilizam para manter viva a esperança da soltura?

CONSUELO GONZÁLEZ: São várias, mas há uma muito especial, que é entender que vale a pena fazer o esforço para viver. Quando se conclue que vale a pena viver, então vale a pena fazer o esforço. E se toma como estratégia viver o dia-a-dia. Colocar toda a atenção no presente e pensar o menos possível no futuro, porque não sabemos o que vai acontecer.

"A oração foi um reforço
muito importante
para mim
"


A parte espiritual é fundamental. Pessoalmente, a oração foi um reforço muito importante para mim. E a parte familiar é outro recurso importantíssimo, anima muito ouvir os filhos, as mulheres, os pais, pelas mensagens de programas de rádio.

Isso fortalece e dá uma capacidade de superar todos os obstáculos e todas as dificuldades. Hoje, que estou em liberdade, penso que valeram a pena todos os esforços que fiz parasobreviver, porque a felicidade hoje é infinita.

RAIO X
Nome:
Consuelo González de Perdomo
Cargo político:
2º mandato na Câmara dos Representantes.
Idade:
57 anos
Natural de :
Pialito
Departamento (Estado):
Huila
Região:
Sul da Colômbia
Seqüestro:
em 10 de setembro 2001
Por:
um comando das FARC
Destino:
Montanhas de Caquetá
Duração do Seqüestro:
06 anos e 04 meses
No Cativeiro:
ficou viúva, suas duas filhas casaram-se e ganhou uma neta.
Sequestrados: ainda existem cerca de 700 pessoas em poder das FARCs
FARC: Grupo guerrilheiro denominado "Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia".

Fonte: Jornal Folha de São Paulo
SP 17/01/2008


.

Nenhum comentário: