quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Cresce a tensão na Bolívia

Sucre - Bolívia

Missionário Domingos Ventura Neto
Diretamente de Sucre na Bolívia

Queridos e amados irmãos!

Graças a Deus estou bem, apesar de todos os problemas que temos enfrentado aqui na cidade de Sucre.

O povo em Sucre esta revoltado com o governo de Evo Morales, esta havendo muitos conflitos nas ruas, soltaram da cadeia 150 presos, queimaram carros de policiais e motos, a casa do prefeito foi queimada, a cidade não tem prefeito nem policia, os policiais fugiram para o estado vizinho que se chama Potosí. Já se registrou quatro mortos e mais de 600 feridos - e não 140 como disseram na imprensa brasileira.

Os comerciantes estam parados porque não tem segurança nas ruas, aqui em Sucre as pessoas têm dinheiro, mas não têm onde comprar, pois os comerciantes estão com medo de abrir seus estabelecimentos.


O povo esta pedindo que retornem para Sucre a capitania plena e os quatro poderes, pois La Paz é a sede do governo, porém Sucre é a Capital constitucional. Os constituintes reuniram-se em um quartel isolado sem a presença da oposição, com medo de que por meio de um referendo popular o desejo do povo, que é maioria, prevaleça, contra os planos do governo de Evo Morales, que pertence ao partido “MAS” Movimento ao Socialismo.

Orem porque os mineiros de Yuni e Potosí chegaram à cidade para proteger Sucre dos pontchus rojos, indígenas que estão na cidade oriundos de La paz e Cidade do Alto, onde está a maior concentração de indígenas Aimarás que são a favor do governo de Evo e contra os Quéchuas.

Que o Senhor os abençõe muito, ajude-nos em oração para que esta situação se regularize, pois o povo esta sofrendo muito. Quarta feira dia 28-11-07, vai haver um "paro" cívico em seis departamentos, e três não vão parar -Potosí, Oruro e La Paz .

No amor de Cristo
Missionário Domingos Ventura Neto

Colaboração
Irmão Paulo César da Costa Costa

cruzue@gmail.com


.

Nenhum comentário: