sábado, 7 de maio de 2016

Frases inesquecíveis da ex-presidente Dilma


Dilma e Cunha
.
Nós vamos ter de fazer também um Plano Safra que atenda os bodes, que são importantíssimos, e fazem parte de toda tradição produtiva de muitas das regiões dos pequenos municípios aqui do Estado. 

Se hoje é o dia das crianças, ontem eu disse que criança, o dia da criança é dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais. Sempre que você olha uma criança há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás.” 

"Hoje, eu tô saudando a mandioca, uma das maiores conquistas do Brasil"

Não vamos colocar meta. Vamos deixar a meta aberta, mas quando atingirmos a meta, vamos dobrar a meta”

A Zona Franca de Manaus, ela está numa região, ela é o centro dela porque é a capital da Amazônia. Portanto, ela tem um objetivo, ela evita o desmatamento que é altamente lucrativo. Derrubar árvores plantadas pela natureza é altamente lucrativo".

O bacalhau é uma moleza de fazer. Posso falar, é simplíssimo o bacalhau. Você corta várias coisas, bota uma camada, bota outra, bota, você vai ver o bacalhau.

Eu quero adentrar pela questão da inflação e dizer a vocês que a inflação foi uma conquista desses 10 últimos anos do governo do presidente Lula e do meu governo.”

Em Vidas Secas está retratado todo problema da miséria, da pobreza, da saída das pessoas do Nordeste para o Brasil.”

O meio ambiente é sem dúvida nenhuma uma ameaça ao desenvolvimento sustentável.”

Eu tinha que sair de Zurique, podia ir para Boston, ou pra Boston, até porque... vocês vão perguntar, mas é mais longe? Não é não, a Terra é curva, viu?.

Esse país foi descoberto, foi colonizado através das estradas de água. Essas estradas de água são a forma mais barata de transporte”.

Não acredito que tenha alguém acima da corrupção. Acho que todo mundo pode cometer corrupção"

A mulher abre o negócio, tem seus filhos, cria os filhos e se sustenta. Tudo isso abrindo o negócio.”



.

domingo, 10 de janeiro de 2016

Nova técnica de fazer mudas de figo


Em lugar de fazer a muda no tempo das secas,
faça na estação das chuvas, quando todas as plantas estão brotando.

Confira abaixo:

Muda de figo
Por João Cruzué/ para o blog Olhar Ecológico
.
Eu passei muito tempo em minha vida tentando fazer pegar uma muda de figo. Lembro-me de certa vez, seguindo a técnica de plantio dos compêndios da época, enterrei um pedaço de galho de figo e cobri sua parte superior com terra vermelha. Ansioso, um dia verificar se tinha brotado. Ao retirar a terra quebrei o bendito broto. A muda morreu. Umas três décadas depois, descobri o segredo sozinho.

Minha mãe passou por muitos aborrecimentos com plantios de galho de figo. No mês de agosto, em plena estação das secas,  ela plantava galhos de figo na terra. Eles pareciam brotar e depois morriam. Ela chegou até a pensar que nós puxávamos as estacas para cima. Na verdade, o problema era a época errada, fazendo a tentativa no período de hibernação da planta. Dessa forma, nem a metade das mudas pegavam.

Mas, eu descobri uma técnica que atinge de 80 a 90% de sucesso. 

Não tem nada de complicado. 

Em lugar de fazer as mudas em agosto, durante a hibernação da planta, eu passei a fazê-las em dezembro, no período das chuvas mais intensas aqui na Capital Paulista. Em qualquer região, a época certa para fazer mudas pelo processo de ESTAQUIA é na estação chuvosa, quando todas as plantas da região brotam e lançam novos ramos.

Complementando este assunto, para quem deseja fazer mais que umas dez mudas de figo, convém esterilizar a terra para produzir uma muda sadia, embora seja possível fazer a muda sem este processo.

Para fazer um substrato esterilizado onde você vai espetar o galho de figo, anote esta sugestão: 

PARA FAZER O PLANTIO DE 10 ESTACAS DE FIGO:

1 lata de 20 litros de terra vermelha de barranco, 
5 litros de areia de construção, 
1 lata de 20 litros e esterco de gado, 
1 balde de água  com uma mão cheia de cal de parede diluída. 

Misturar tudo e abrir um  vulcãozinho no meio. 

Se você tem um chácara ou sítio, colocar galhos secos no meio da cratera, e colocaria fogo neles. Quando os galhos estivessem queimando bem, cobrir com a terra a ser esterilizada, deixando ardendo por 24 horas. Assim, todo verme e micróbio existentes seriam eliminados.  Você também pode esterilizar deixando este substrato, espalhado em área cimentada, sob  a luz de sol intenso por dois dias. Ou depois de fazer o churrasco, colocar este substrato sobre as brasas e deixar de um dia para o outro.

Sugestão de recipiente para fazer a muda: 

Depois que a terra tiver resfriado, usar uma peneira de pedreiro de crivos grandes, para peneirar.  O melhor recipiente para receber a muda são os saquinhos de polietileno (10 cm diâmetro x 20 cm de altura), um pouco maiores que os de muda de café. Aqui em São Paulo eu os compro na Agrototal, da Rua São Caetano nº 216, a mesma Rua dos vestidos de noiva.

Para encher os saquinhos de polietileno uso um frasco grande de iogurte, cortado ao meio, perfeito para o processo por ter a boca larga.

Plantio: espetaria dentro do saquinho a ponta de um galho (25 cm) de figo cortado na hora, deixando apenas umas três folhas rasgadas ao  meio, com a mão.

Onde deixar as mudas: sempre debaixo de uma sombra, até tiverem brotado. Irrigação: não deixar a terra do saquinho seca, também evitar o excesso - o barro!

Conclusão: Todas as mudas de figo que tentei fazer no inverno, quando a planta doadora dos galhos estava em período de dormência, morreram. Quando eu troquei a época e passei a fazer as mudas na estação chuvosa (dezembro/janeiro na região Sudeste) eu obtive ótimos resultados. Mesmo sem usar terra esterilizada, de cada 10 galhos de figo que espetei, entre 8 e 9 brotaram com sucesso. 

Nota: a mesma coisa acontece com as mudas de uva.

Escreva para mim: cruzue@gmail.com


APROFUNDAMENTO CIENTÍFICO DO ASSUNTO:
Dissertação de MICHELE FERNANDA BORTOLINI, 2006, UFPR
http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/bitstream/handle/1884/3485/Dissertacao.pdf?sequence=1

Nota: Ver o que foi escrito no final da página 25.
.






quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

População Evangélica Brasileira em 2016 e 2020




ESTIMATIVA COM BASE EM DADOS OFICIAIS DO IBGE
Estimativas para 2016 e 2020

RESUMO:

Projeção com taxa de crescimento anual média (D):

Com a taxa anual do decênio 2001-2010, 4,91%  =  56.362.394  crentes, ou 27,35%, em 2016;

Com a taxa anual de 1991-2010, 6,32% = 61.071.072 crentes, ou 29,63%, em 2016;

Com a taxa anual 6,32%, em 2020 =  78.042.978 crentes, ou  36,80% da população do Brasil.

Leia mais:

Círculo de Oração da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Paulo

AUTORIA: JOÃO CRUZUÉ 

APRESENTAÇÃO:  
Como tenho feito há mais de seis anos, quero apresentar  a estimativa da população evangélica para dezembro de 2016. É mais uma informação do Blog Olhar Cristão, baseada em dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IBGE publica os dados dos censos das populações brasileira e evangélica a cada dez anos. Desta forma, os cálculos sobre a população de 2016 e 2020 vêm da projeção oficial deste Instituto até o ano de 2060 que foi revisada em 2013 - link: Projeção da População até 2060. Toda metodologia dos cálculos das taxas é de autoria de João Cruzué). São dados conservadores tratados de forma estatística. Ela pode e deve ser testada e revisada pelos leitores do Blog Olhar Cristão. Portanto, posso dizer sem receio que esta publicação não é um exercício de "achometria" ou "chutometria" que vem para suprir uma lacuna de informação que até o momento só é ofertada pelo Blog Olhar Cristão.

IMPORTANTE: 
Não copie meu post. 
Pode usar alguns dados em seus textos, sendo obrigatória e justa a menção da minha autoria e o endereço do meu blog. Para uso em revistas e periódicos, solicite minha autorização por escrito em: cruzue@gmail.com.

Todos os dados estatísticos deste assunto estão na tabela abaixo. Uma série histórica até 2010 e projeções de 2014 (realizada por nós no início de 2015) 2016 e 2020. Os comentários do blogueiro seguem mais abaixo.

Tabela 1



Agradecimentos: Ao Google, ao IBGE e  ao pessoal do Corel Paint Shop Pró pelo trial  do programa de design gráfico que produz a figura da tabela em 3D. Se houvesse representante desta empresa no Brasil, eu não pensaria duas vezes em comprar a versão do antigo JASC - Paint Shop Pró 9, que sempre me foi útil na criação de banners e tabelas há tempos.


O que a imprensa comentou sobre o crescimento dos evangélicos:

1. "Número de evangélicos cresce 61% no Brasil, diz IBGE"
 http://br.reuters.com  - em 29.6.2012;


2. "Católicos serão ultrapassados por evangélicos até 2040"

3. "Número de evangélicos aumenta 61% em 10 anos, aponta IBGE"
http://g1.globo.com - em 29.6.12




Comentários do blogueiro:  Estou perfeitamente consciente de que o crescimento em quantidade dos evangélicos não significa um crescimento na qualidade dos crentes. Por exemplo, na representação política ele tem sido uma lástima.

A mesma coisa também posso dizer dos programas de assistência social das grandes Igrejas pentecostais e neopentecostais. Elas gastam milhões com TV e construção de megatemplos, mas são um zero em compaixão samaritana. O pouco que fazem, ao meu sentir, é apenas para uma publicidade hipócrita.

Com relação à Igreja Católica Romana, por um questão de prudência, deixo para seus oficiais e fiéis o exercício da crítica.
Tabela 2


Voltando à primeira tabela, quando disse que a estimativa da população evangélica para (dezembro) 2016 em 29,6% é conservadora e científica, foi por ter usado a taxa de crescimento anual (6,32% a.a) verificada no no período intervalar dos Censos do IBGE de 1991 a 2010. A julgar pelo esforço de evangelização das Igrejas Evangélicas, principalmente no Rádio e na TV, não me surpreenderia se em 2022, quando o IBGE divulgasse os números oficiais do Censo 2020 esta taxa de crescimento anual fosse ligeiramente maior.

Utilizando, então, a taxa anual média de 1991-2010, de 6,32%, conforme está na tabela 1, os cálculos da população evangélica para 2016 e 2020 seriam os seguintes:

População evangélica estimada para (dezembro)  2016: 61.071.072;
Porcentual de evangélicos em relação à população brasileira em 2016:  29,63%;
Projeção de evangélicos para o Censo de 2020: 78.042.978;
População Brasileira Projetada pelo IBGE para 2020: 212.077.375;
Porcentual de evangélicos em relação à população brasileira em 2020: 36,80%.

EXPLICAÇÃO: Na minha opinião, a população evangélica cresce vigorosamente no Brasil pela capilaridade crescente de templos e salões em todas as cidades e nas vilas deste país. Para falar de Jesus e ganhar uma alma, não é necessário a construção de um majestoso templo, nem a formação teológica de um Pastor, mas o simples uso da palavra de Deus. Uma cidade que há 30 anos possuía três denominações evangélicas, hoje, provavelmente, dependendo do tamanho possa ter 10, 50 ou 100 templos, salões ou casas de família como locais de pregação. Assim como um corpo físico é dividido em muitos órgãos e todos eles trabalham em conjunto, no plano espiritual a multiplicação de seitas e denominações evangélicas por todo lado é a explicação deste fenômeno. Todavia, no plano material, existe uma interpretação contrária, ou seja, que a multiplicação das denominações evangélicas é uma divisão do corpo de Cristo. Ao meu ver, no plano físico isto é verdadeiro, mas no plano espiritual onde está a verdadeira Igreja de Jesus Cristo, não há divisão. Só crescimento.




cruzue@gmail.com



Nota: 
Metodologia do cálculo da "D" do período dos últimos dois Censos do IBGE (1991-2010).
População evangélica pelo IBGE em 2010 =  42.275.437; população evangélica pelo IBGE em 1991 = 13.189.284; "n" = 19  anos. A divisão dá o índice 3,205287. Para chegar a taxa média anual nestes 19 anos, é só tomar com base o índice retro, e colocar 1/19 como expoente, ou seja: 6,3223514%. Simplificando: 6,32%. A conta inversa (com expoente 19) tende aos 3,205287. 

Continuando, para obter os dados estatísticos de 2020, basta elevar a taxa média anual de 6,3223514% (1,063224) à potência 10 (10 anos) e chegar a 84,61% de crescimento da população evangélica para o decênio 2011-2020. 

Então 42.275.437 x 1,84606  =  78.042.978 crentes ( 36,80% da população brasileira projetada pelo IBGE para 2020), estimativa para o Censo IBGE 2020 cujos dados serão divulgados dois anos depois, em 2022. 

O Blog Olhar Cristão já está antecipando isto para você, sem "chutometria" ou "achometria".

Por favor, faça seus comentários. Quero ouvir suas críticas, correções, opiniões...


cruzue@gmail.com

a: João Cruzué, blogueiro evangélico desde 2005.








.